Richard Boukas biografia

Reconhecido internacionalmente como artista, compositor, educador, escritor e jornalista, vem atuando há quatro décadas como líder de grupos musicais e se apresentando extensivamente como artista solo. Guitarrista e cantor virtuoso, é um dos principais representantes da música brasileira nos Estados Unidos. Realizou apresentações solo de violão e voz em importantes palcos e festivais, tais como B.B. King's Latin Guitar Festival (Blue Note Jazz Festival) e Global Guitar Festival (Subrosa), ambos em Nova York. Em 2016, apresentou o master class Brazilian Guitar Panorama na prestigiosa conferência de violão clássico New York Guitar Seminar, no Mannes College / New School University College of the Performing Arts.

Desde 2008, lidera o Quarteto Moderno, com repertório de música instrumental brasileira e composições próprias. O grupo é integrado também por Lucas Pino (saxofones), Gustavo Amarante (baixo) e Maurício Zottarelli (bateria), já tendo se apresentado no Hudson Hall Jazz Festival, Lehman College Johnny Pacheco Latin Jazz Festival, Branford Jazz Festival (CT), Queens College Ano do Brasil e diversas vezes na série New Americans, da New York Public Library. Em 2016, lançaram seu primeiro CD, Quarteto Moderno Live! Ao Vivo! 

Boukas é também líder-fundador do Trio Brasileiro (com Gustavo Amarante e Maurício Zottarelli) e do Duo Brasileiro (com Amarante). O repertório inclui composições originais, MPB (inclusive dos compositores mineiros Milton Nascimento, Toninho Horta e Sérgio Santos) e a tradição do violão brasileiro, desde Garoto até Guinga.

Em 2016, formou o Diálogos Duo com o clarinetista/claronista francês Louis Arques, com quem apresentou e gravou dois ciclos de composições originais, com sete movimentos cada, sob o título Diálogos. Em 2019 serão estreados dois novos ciclos: Século (8 movimentos) e Uma dúzia de choros-homenagens. Assim, o repertório completo do duo é formado por 34 obras de Richard Boukas.

Suas parcerias anteriores em formação de duo foram com o pianista e compositor Jovino Santos Neto (ex-integrante do grupo de Hermeto Pascoal e indicado ao Grammy Latino), com quem lançou o CD Balaio, contendo composições próprias e obras de Hermeto Pascoal; e o virtuoso tamburista croata Filip Novosel, com quem gravou o álbum Novosel-Boukas Duo, explorando as conexões entre as músicas do Brasil, dos Balcãs, o jazz e música clássica.Outras gravações de Boukas incluem os CDs Amazona, Embarcadero, Commitment e Tudo de Bom, este último dedicado a obras de Hermeto Pascoal constantes do histórico livro de partituras Calendário do Som. Boukas se apresentou também como cantor, percussionista, compositor e arranjador junto à Panamericana Big Band, dirigida por Gary Morgan.

Nos anos de 2013 e 2014, produziu diversos eventos em comemoração ao “Ano do Brasil” do Queens College, em Nova York, dentre os quais o concerto de abertura com o Quarteto Moderno (em comemoração aos de 150 anos do  compositor Ernesto Nazareth) e a estreia do Projeto Brazilian Choral (baseado em composições de Miton NascimentoSérgio Santos, Guinga, Ernesto Nazareth e Radamés Gnattali), para o Queens College Vocal Ensemble, além de várias palestras sobre música brasileira.

É professor da New School University College of Performing Arts / School of Jazz, em Nova York, desde 1995, e ex-professor do Mannes College e da William Paterson University. Foi responsável pela criação das disciplinas de prática em conjunto Brazilian Jazz e Choro , das quais é diretor e arranjador, e ministra também aulas de improvisação, percepção musical, leitura à primeira vista (guitarra), vocal jazz e música coral renascentista.

Produziu vários concertos históricos de música brasileira na New School University, incluindo:

Sempre Jacob, em comemoração ao centenário de Jacob do Bandolim, 2017
Viva Hermeto!, em comemoração aos 80 anos de Hermeto Pascoal, 2016

Pixinguinha e contemporâneos 2014
Ernesto Nazareth 150 anos
, 2013
Projeto música mineira, 2012

Sobre o projeto Pixinguinha e Contemporâneos, o bandolinista e professor Pedro Aragão (Instituto Villa-Lobos / UNIRIO) afirmou: “O trabalho de Richard Boukas como compositor e arranjador é impressionante. Ele escreve com a tarimba de quem tem o Brasil no sangue, com grande naturalidade e conhecimento. Seu trabalho com a obra de Pixinguinha é algo de fundamental importância, pelo cuidado e competência com que é feito.”

Em 2010, recebeu o prestigioso prêmio New School University Distinguished Teaching Award. Em 2011 foi representante docente da New School na Convenção anual da IASJ (Associação Internacional de Escolas de Jazz), realizada em São Paulo.

Em 2015, passou a lecionar no New York Jazz Workshop, curso de especialização em jazz.

Recebeu por quatro vezes a bolsa NEA em Jazz Performance, e suas muitas residências artísticas incluem Harvard, Cornell, Lamont School of Music/Denver, Cincinnati Conservatory, Univ. Louisville, Univ. of Toronto, Univ. Arizona/Tucson e National Guitar Workshop.

Sua primeira viagem ao Brasil foi como professor convidado no Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão (SP). Desde então, passou a se apresentar com diversos artistas brasileiros e a realizar atividades educacionais e de pesquisa. Em 2011, juntamente com seu colega Cliff Korman (à época professor da Universidade Federal de Minas Gerais, e atualmente na UNIRIO), coordenou um programa de intercâmbio de alunos entre a UFMG e a New School University School of Jazz.

É mestre em Composição pelo Queens College / Aaron Copland School of Music (Nova York), onde desenvolveu sua dissertação sobre a música de Hermeto Pascoal. Além de seu repertório diversificado de música instrumental brasileira, compôs peças de câmara para inúmeros conjuntos, tais como La Catrina String Quartet, PUBLIQuartet String Quartet, Modern Mandolin Quartet, Atlantic Brass Quintet, World String Orchestra of Berklee College, Lamont Saxophone Quartet, Morningside Chamber Ensemble e Panamericana Big Band.

Entre 2013 e 2014, escreveu diversos arranjos corais de MPB e choro, para composições de Milton Nascimento, Guinga, Sérgio Santos, Radamés Gnattali e Ernesto Nazareth. Essas peças foram estreadas em Nova York, pelo Queens College Vocal Ensemble, e têm despertado interesse em alguns dos principais coros profissionais do Brasil. Boukas criou também vinte Beatles Motets, que foram apresentados pelo Cerddorion Vocal Ensemble. Compôs ainda um número considerável de peças de música brasileira para violão solo, incluindo a Guinga Suite.

Além de seus trabalhos artístico/autoral e acadêmico, é um músico e produtor veterano da Broadway e estúdios de Nova York, sendo artista-consultor “endorsee” das cordas LaBella desde 1980. É membro da Chamber Music America como compositor e co-líder do Diálogos Duo.

Entre em contato com Richard

Biografia no format PDF

Confere-se o canal YouTube de Richard Boukas

© 2018 Richard Boukas